sexta-feira, agosto 10, 2007

Novas Práticas

Todos confirmam a dificuldade em administrar com sucesso um supositório numa criança. Para tal, apresento aqui em primeira mão uma nova prática que visa transpor tal escolho.

A idéia vem da observação do tubo aplicador dos tampões. Insere-se primeiramente o tubo no anus pueril. Seguidamente, "carrega-se" o tubo com o projéctil, i.e. supositório. Finalmente, aplica-se um breve sopro estilo "zarabatana" para administrar o medicamento.

Nota: Não esquecer de não inspirar com a boca no tubo.

1 comentário:

O Criminoso disse...

Se vamos continuar a andar a falar de supositórios (relembrando-me as dores que tive na infância) deixarei de vir a este estaminé.