quinta-feira, junho 12, 2008

28 Days After


Não, não vou falar do meu período menstrual.



Para quem conhece este filme que já se tornou num clássico do terror e foi, até à data, o único filme que conseguiu esvaziar durante horas as principais ruas londrinas, apresento-lhes a versão portuguesa:

Saí do Saldanha e fui buscar o puto à creche, a pé claro pois não há gasosa para o carro. Durante a caminhada de 15 minutos cruzei-me apenas com 3 pessoas e 4 carros. Ouvia-se a brisa mínima e as passadeiras não tinham de ser respeitadas.
Depois de pegar na cria, seguimos até ao Campo Pequeno e ao lá chegar deparamo-nos com um gigantesco vazio urbano: ninguém! Nem um carro, nem uma pessoa. Apenas alguns pombos. Então brincamos, corremos, gritamos... sozinhos. Ouviam-se os ecos das nossas vozes.
De repente ouvimos gritos desmesurados, um misto de agonia e alívio. Mas não vimos ninguém novemente... E estes gritos de horror repetiram-se mais duas vezes, fazendo-nos tremer sempre. Não sabiamos o que se passava, de onde vinham, o que estava a acontecer aquelas pessoas. Estariam a ser torturados? seriam zombies? Se sim, apareceriam da Defensores de Chaves ou já vinham a pé da Praça de Espanha ?! Sim a pé, pois aquela hora já não havia gasolina em ponto nenhum da cidade.

Descemos e apanhamos o metro, vazio, assustador. Nós e umas quantas moscas que para lá fogem do calor.

Ao chegar a casa, ontem às 19:30, percebi: Portugal tinha ganho um jogo qualquer de futebol do Euro contra República Checa.

Por favor joguem muitas vezes. Mas gritem mais baixinho para não assustar as pessoas.
Adorei Lisboa à tarde vazia :)


P.S. : meti 2x sem querer a cena do yoube e agora não consigo tirar !!!

2 comentários:

Optimista disse...

Sobre o Euro quero deixar aqui uma imagem:

Estão a ver aquele anúncio da Galp, em que umas centenas de pessoas empurram o autocarro da selecção?

...


Agora imaginem que o Euro corre mal, e visualizem o autocarro a ser empurrado para uma ribanceira :D

o caos da teoria disse...

:)))

Ou isso ou o "I am legend".

(cambada de fanáticos, é o que é)