sexta-feira, maio 18, 2007

Marketing

"isto não são caracóis. é scargot"
"isto não são ovas de peixe. é caviar"
"isto não é sopa fria. é consomé"
"isto não são fezes de animais. é adubo orgânico"
"isto não é sumo bastante aguado. é Frize"

lembram-se de mais casos destes?

4 comentários:

SA disse...

muito fixe :)

O Criminoso disse...

Olá Bloggers ou Blogueiros (como quiserem)!

Alguns de vocês conhecem-me como ocriminoso mas o meu nome é Tiago Ribeiro.

Estou a dar início a uma reportagem sobre a importância dos blogs na sociedade contemporanea e sobre a actual discusão que argumenta que deverá ser criada um concelho que regule os blogs assim como o que os outros meios de comunicação estão estão sujeitos. Desejava confrontar as vossas opiniões sobre o assunto, pois se por um lado estariam a controlar a nossa «liberdade de expressão», por outro passariamos a ser valorizados e reconhecidos pelo trabalho que temos.

Esta reportagem aparece no ambito duma proposta de trabalho que me foi feita na ESAP - Escola Superior Artística do Porto, onde estudo actualmente Cinema, pelo professor Isolino Sousa director de programas da RTPN. Gostaria de saber se estão interessados em participar nesta reportagem, que visa valorizar o nosso trabalho, que verdade seja dita, não é fácil.

Para aqueles que habitam na cidade do Porto ou arredores, gostaria de saber se estão dispostos a ser entrevistados pessoalmente.
Para os que habitam nas restantes belas cidades de Portugal, gostaria de saber se vos poderia enviar a entrevista via email.

Obrigado por terem lido o mail até ao fim e por gastarem o vosso valioso tempo a me responder.

Boas Postagens!

Picas disse...

Isto não é varredor do lixo. É funcionário público.

Isto não é um mendigo. É um excluído socialmente.

Isto não é um bandido. É um político...

Ah, os eufemismos!!!

Gostei do teu cantinho. Voltarei.

Anónimo disse...

Isto não é frase repetida...é cliché!
Isto não são paneleiros, são homosexuais!
Isto não são pretos, são pessoas de cor...coloridos!
Isto não é disrciminação, é verdade!