quarta-feira, junho 01, 2005

Ode(io) a(o) Socrates

Em Julho vai começar
uma grande alteração,
o IVA vai aumentar
os salários... é que não.

Até dois mil e nove
é o que se ouve dizer,
de 19 p'ra 21 mudou
não há nada a fazer.

O sôfrego do imposto
tudo nos quer chupar,
se isto assim continua
até nos cobram o cagar.

Se de tanga já estavamos
as cuecas querem nos tirar,
com tal brincadeira
só nos querem fornicar.

Só de no IVA pensar,
a força na verga perdi,
o imposto a levar
tudo o que eu investi.

Até aos reformados
o IRS vão aumentar,
já não lhes bastava
ver a pila a murchar.

A quem nele votou
o meu grande obrigado,
agora que vos enganou
sinto-me eu enrabado.

Não quero ser ordinário
badalhoco ou ofensivo,
mas se me querem foder
fico um pouco apreensivo.

Ao Socrates quero ler
esta ode tão bonita,
Ele vai perceber
não se brinca c'a SANITA

2 comentários:

ambrozote disse...

Bem Vindo, poeta babaloud.

Visitante X disse...

Excelente como sempre o nosso Bocage!