terça-feira, abril 04, 2006

A Primavera

Há passarinhos a pipilar
pois Primavera irá ser,
como eu não sei cantar
vou para um jardim ler

Quando ao jardim cheguei
alvos seios deslumbrei,
e não me concentro nas letras
desde que as mamas fitei

Ohh salutar Primavera,
que roupa fazes encolher,
barrigas andam a mostra
e moças, gelados a lamber

Sorvem-se calipos ou cornetos
são lambidos sem parar
Ohhh, jardins belos de Lisboa
onde os cães vão defecar

Pelos verdes de Lisboa
cagadas moles pupulam
são tão belas as meninas
que pelas ruas deambulam

2 comentários:

Xena disse...

Isto sim é poesia !!! Bravo!

ambrozote disse...

e bem verdade! e vindo aí o tempo quente não deve tardar muito até elas andarem aí com umas rendas a tapar as maminhas.